Câmara de Toledo notifica vereador e CEDP de afastamento judicial

por Paulo Torres publicado 25/11/2021 17h35, última modificação 30/11/2021 10h20
A Câmara de Toledo notificou o vereador Gilson Francisco na manhã de quinta-feira, dia 25 de novembro, da decisão judicial comunicada no fim da tarde de quarta-feira, dia 24, às 17h, da suspensão e afastamento do cargo. A comunicação ao vereador foi feita às 11:15h, pelo assessor jurídico Eduardo Hoffmann, quando o vereador encontrava-se no escritório de seu advogado, no final da Avenida José João Muraro. A notificação atendeu o Despacho da Presidência da Câmara n° 709/2021, pelo qual o presidente Leoclides Bisognin determina ao assessor jurídico cientificar o vereador Gilson Francisco do Ofício n° 1084, do juiz-substituto Luciano Lara Zequinão, pelo qual comunica a “suspensão/afastamento do exercício do cargo público do vereador” e a “proibição de frequentar/acessar a Câmara Municipal de Toledo-PR, sem suspensão de vencimentos, até ulterior deliberação”.
Câmara de Toledo notifica vereador e CEDP de afastamento judicial

Comunicação judicial à Câmara de Toledo foi notificada ao verador Gilson Francisco na manhã de quinta, dia 25 de novembro

 

 

 

 

A Câmara de Toledo notificou o vereador Gilson Francisco na manhã de quinta-feira, dia 25 de novembro, da decisão judicial comunicada no fim da tarde de quarta-feira, dia 24, às 17h, da suspensão e afastamento do cargo. A comunicação ao vereador foi feita às 11:15h, pelo assessor jurídico Eduardo Hoffmann, quando o vereador encontrava-se no escritório de seu advogado, no final da Avenida José João Muraro. A notificação atendeu o Despacho da Presidência da Câmara n° 709/2021, pelo qual o presidente Leoclides Bisognin determina ao assessor jurídico cientificar o vereador Gilson Francisco do Ofício n° 1084, do juiz-substituto Luciano Lara Zequinão, pelo qual comunica a “suspensão/afastamento do exercício do cargo público do vereador” e a “proibição de frequentar/acessar a Câmara Municipal de Toledo-PR, sem suspensão de vencimentos, até ulterior deliberação”.

O presidente da Câmara de Toledo, Leoclides Bisognin, também assinou o Despacho n° 710/2021 ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar-CEDP, informando a comunicação judicial sobre o vereador. O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar aprecia desde o dia 6 de outubro, a Notícia n° 1/2021, protocolada pelo ex-assessor Valderi Giovane Muller em relação ao vereador Gilson Francisco. O CEDP é integrado pelos vereadores Beto Scain, Genivaldo Jesus, Genivaldo Paes, Gabriel Baierle e Professor Oséias - e teve a apresentação em 6 de outubro do parecer do relator da Notícia 01/2021, Beto Scain, analisando as quatro exigências regimentais em relação ao fato e posicionando-se pelo acolhimento da notícia por “prática de condutas incompatíveis ou atentatórias ao decoro parlamentar”. Diante do parecer o CEDP decidiu enviar ao Ministério Público os documentos e gravações em áudio e imagens da Notícia n° 1/2021, protocolada pelo ex-assessor, enquanto o relator prossegue nas diligências e oitivas em torno da denúncia para posteriormente finalizar seu trabalho reunindo também os documentos e realizando oitivas indicadas pela defesa, além de ouvir ao final o vereador Gilson Francisco para encaminhar seu parecer à apreciação dos demais membros do CEDP.