Sessão silencia por Geraldo Clivati e Tranquilo Dal Bosco

por Paulo Torres publicado 13/10/2021 14h49, última modificação 13/10/2021 14h49
A sessão da Câmara de Toledo na quarta-feira, dia 13 de outubro, homenageou com minuto de silêncio o empresário Geraldo Clivati, 63 anos, e Tranquilo Dal Bosco, pai do contador Alceu Dal Bosco, ambos falecidos na última semana. Ao abrir o espaço de homenagens o presidente da Câmara, Leoclides Bisognin, lembrou que Geraldo Clivati, além de empresário, era também engenheiro agrônomo de formação. Destacou ainda que no dia 12 foi comemorado o dia deste profissional e que os agrônomos ocupam espaço na Câmara de Toledo desde a primeira legislatura, em 1952, através do agrônomo Rubens Straesser.
Sessão silencia por Geraldo Clivati e Tranquilo Dal Bosco

Sessão da Câmara fez minuto de silêncio por Geraldo Clivati e Tranquilo Dal Bosco

 

A sessão da Câmara de Toledo na quarta-feira, dia 13 de outubro, homenageou com minuto de silêncio o empresário Geraldo Clivati, 63 anos, e Tranquilo Dal Bosco, pai do contador Alceu Dal Bosco, ambos falecidos na última semana. Ao abrir o espaço de homenagens o presidente da Câmara, Leoclides Bisognin, lembrou que Geraldo Clivati, além de empresário, era também engenheiro agrônomo de formação. Destacou ainda que no dia 12 foi comemorado o dia deste profissional e que os agrônomos ocupam espaço na Câmara de Toledo desde a primeira legislatura, em 1952, através do agrônomo Rubens Straesser, além de 25 anos com ele próprio.

O vereador Chumbinho Silva solicitou homenagem a tranquilo Dal Bosco, falecido de leucemia, lembrando ser ele pai do contador Alceu Dal Bosco. O vereador Professor Oséias, como líder do Partido Progressista,

destacou que Geraldo Clivati era genro de Raul Baltazar, lamentando ainda o falecimento do pai de Alceu Dal Bosco.

Geraldo Clivatti faleceu no dia 8 em função de um câncer que vinha enfrentando há algum tempo e que se disseminou.